Processos de Fabrico de Metais e Cerâmicos

FUNDIÇÃO

O INEGI está equipado para desenvolver projetos na área da fundição de ligas de alumínio, ligas de zinco, ligas de cobre, aços e ferros fundidos, ligas de níquel, ligas de cobalto crómio e ligas de titânio.

Para a fundição de ligas de alumínio dispõe de fornos de indução de média frequência 2kHz com 100KW que podem fundir até 100kg de ligas e de um forno de cadinho de resistências que pode fundir até 500kg. O vazamento ao ar pode ser feito em moldações cerâmicas em carapaça, em moldações de areia ou em coquilha.

Para aços, ferros fundidos ou ligas de cobre os mesmos fornos de indução podem fundir até 300KW e fundir até 500kg. O vazamento ao ar pode ser feito em moldações cerâmicas em carapaça, em moldações de areia ou em coquilha.

Para a fusão de ligas reativas como ligas de níquel, ligas de cobalto crómio e ligas de titânio dispõe de um forno de indução de alta frequência 50KHz com 100KW com fusão em vácuo/ atmosfera controlada que pode fundir até 2kg de ligas de titânio ou 4 kg de ligas de níquel ou cobalto crómio. O vazamento também em vácuo ou atmosfera controlada pode ser feito em moldações cerâmicas em carapaça.

Possui ainda um pequeno forno de indução de 10KW e 2MHz para fundir até 200-500gr de metal ao ar.

Para além dos fornos de fusão e vazamento o INEGI dispõe de todos os meios e competências necessários para desenvolver processos de fundição com especial enfoque no processo da cera perdida, dispondo de equipamentos para injecção de cera, de forno de descirificação e de fornos de sinterização de cerâmicas até 16009702;C.

O INEGI tem também tradição no desenvolvimento de projetos na área dos compósitos de matriz metálica, nomeadamente em compósitos me matriz de alumínio obtidos por squeeze casting e de compósitos de matriz ferrosa.

FORJAMENTO

O INEGI tem competências, embora não tenha meios experimentais, para o desenvolvimento de projetos na área do forjamento de ligas de alumínio e de ligas de magnésio, tendo já introduzido em empresas Portuguesas essas tecnologias para a produção de componentes para bicicletas e para motos. Atualmente está em curso um projeto interno para o forjamento de ligas de magnésio e para o forjamento de ligas de titânio para próteses médicas.

Oferta de ID&I
Universidade do Porto
CONTACTOS E LOCALIZAÇÃO
Linkedin Facebook Youtube Twitter
© INEGI 2011 | Política de Privacidade | Ver mapa do Site