INEGI vai contribuir para a transformação digital multissetorial integrada da indústria europeia

23-10-2019
O INEGI é uma das 32 instituições europeias que integram o LEVEL-UP (H2020-FOF-06-2019), um projeto com um orçamento de 17 milhões de euros, para garantir uma transformação digital integrada da indústria europeia, assegurando a evolução tecnológica, em simultâneo, nos vários setores e nos e diferentes níveis da sua cadeia de valor.

Pretende-se aumentar a fiabilidade e vida útil dos equipamentos, diminuir os prazos do retorno do investimento, e ainda impulsionar a criação de novos postos de trabalho. A reunião de arranque oficial deste projeto, financiado pelo programa Horizonte 2020, está a decorrer hoje e conta com a presença do INEGI.

Com recurso a princípios circulares, vão ser desenvolvidas soluções tecnológicas que integram as melhores práticas e tecnologias digitais emergentes para a indústria 4.0, plataformas de IoT (Internet of Things ou, em português, Internet das Coisas), o desenvolvimento e teste de ações de modernização para diagnosticar e prever a operação de equipamentos, a recuperação de equipamentos em fim de vida, e a aplicação de visão artificial e digital twins para monitorizar o desempenho e prolongar o uso dos equipamentos.

O LEVEL-UP - Protocols and Strategies for extending the useful Life of major capital investments and Large Industrial Equipment (em português, Protocolos e estratégias para prolongar a vida útil dos principais investimentos de capital e grandes equipamentos industriais) “contempla o desenvolvimento de soluções com diferentes níveis de intervenção no processo produtivo, quer a nível de gestão por via de ações estratégicas, quer por via de protocolos específicos aliados a soluções de reftrofit e de reparação in-situ”, explica João Paulo Pereira, responsável pelo projeto no INEGI.

O INEGI irá contribuir com o seu capital de conhecimento e experiência na área do fabrico aditivo metálico, conceção de equipamentos e sistemas de produção avançados, e transformação dos sistemas produtivos para o paradigma da indústria 4.0.

Terá ainda a seu cargo a coordenação da implementação das tecnologias desenvolvidas em 7 demonstradores industriais. Estes “vão ser aplicados em PMEs e grandes empresas, em indústrias tão variadas como o fabrico de componentes automóvel, máquina ferramenta, equipamentos de extrusão de termoplástico, processamento de madeiras, entre outras, para assim testar e comprovar a flexibilidade e perspetiva multi-escala das soluções desenvolvidas”, afirma João Paulo Pereira.

No contexto da crescente escassez de recursos, do aumento de emissões poluentes e produção de resíduos, a indústria europeia tem vindo a apostar na implementação de novos princípios baseados na reutilização, recuperação, reciclagem e reparação durante o ciclo de conceção e utilização de equipamentos. No entanto, apesar destes esforços, não existe ainda na Europa uma abordagem completa, eficiente e sistémica que promova a aplicação de princípios circulares no contexto da indústria 4.0. Uma missão agora entregue ao projeto LEVEL-UP.

Cofinanciado ao abrigo do programa Horizonte 2020 (H2020-EU.2.1.5.1.), este projeto europeu integra empresas, instituições de ensino superior, institutos e centros de investigação e inovação de Portugal, Grécia, Reino Unido, Finlândia, Itália, Alemanha, Espanha, Suíça, Holanda, França, República Checa, Eslovénia e Áustria.

INEGI
Universidade do Porto
CONTACTOS E LOCALIZAÇÃO
Linkedin Facebook Youtube Twitter
© INEGI 2011 | Política de Privacidade